CVM vê indícios de insider trading de Tanure na Alliar

Análise foi feita com base em denúncia da gestora Esh e autarquia vai aprofundar investigação

Por Maria Luíza Filgueiras, Valor Econômico

Após analisar uma denúncia da gestora Esh Capital, a CVM viu indícios de possível
insider trading dos fundos ligados ao empresário Nelson Tanure na Alliar. Um documento divulgado hoje pela Gerência de Acompanhamento de Mercado da autarquia aponta que a reclamação da Esh “parece se configurar legítima” e afirma
que o comitê regulador decidiu que as investigações devem ser aprofundadas.

O suposto insider teria acontecido no fim do ano passado, quando Tanure negociava a compra de ações do bloco de controle da Alliar. O colunista Lauro Jardim, de O Globo, informou em primeira mão que o empresário e os médicos acionistas haviam chegado a um acordo a R$ 20,50 por ação. O papel disparou, uma vez que
era cotado bem abaixo disso, na casa de R$ 13 – por se tratar de discussão de controle, os minoritários esperavam uma oferta pública de aquisição (OPA) no mesmo preço.

  • Na Alliar, estratégia de Tanure para evitar OPA faz ação derreter
  • O que diz o contrato entre Tanure e os sócios da Alliar
  • No Fleury, a prescrição de M&A está só no início

Enquanto os minoritários compravam, esperando a OPA, os fundos de Tanure vendiam, realizando lucro daquela alta. Como ficou público depois, o contrato fechado entre o empresário e o grupo de controle tinha de fato esse preço, mas
previa uma opção de venda futura de ações – com uma participação ainda
amarrada à put, a transação não caracterizaria de imediato uma nova figura de controlador, dispensando a OPA.

Nelson Tanure, acionista da Alliar: CVM vai aprofundar investigação de insider trading — Foto: Léo Pinheiro/Valor

Para a Esh e para a CVM, os quatro fundos – MAM Eagle, Fonte de Saúde, Borgonha e Kyoto – venderam volume relevante de ações “provavelmente sabendo que no contrato de venda constaria a put possibilitando ou tentando a possibilidade de evitar uma OPA por alienação de controle.”

Os fundos teriam aproveitado essa alta por expectativa de OPA para vender ações entre os dias 18 e 30 de novembro. Venderam 1,48 milhão de ações, volume de R$
25,5 milhões ao preço médio de R$ 17,19 por ação – 38,85% acima do pregão anterior, antes de o preço acordado ser conhecido pelo mercado. É um volume acima da média que vinha sendo negociada, segundo a CVM, ainda que seja um
montante pouco relevante considerando o investimento total de Tanure na Alliar.

“A incerteza, não presente nas decisões dos fundos ligados a Nelson Tanure, colocaria o papel com potencial de chegar a R$ 20,50 mais juros até a liquidação ou voltar ao patamar de R$ 13, o nde estava o papel antes da divulgação do conteúdona coluna do jornalista”, diz a CVM. “Sugiro aprofundamento da análise para ter uma maior profundidade e extensão dos delitos”, conclui o documento assinado
eletronicamente pelo gerente Marco Antonio Monteiro.

Esh Capital does not market or distribute shares of investment funds or any other financial assets. The contents hereof are merely informative in relation to Esh Capital and its products and should not be construed as an offer, recommendation or analysis of investments or assets. Investors must make their own investment decisions. Investing in funds may result in asset losses for their shareholders, which may even result in losses in excess of the invested capital and the consequent obligation of the shareholder to contribute additional resources to cover the fund's losses. For more information about management fees, subscription fees, and the target public of each of the funds, consult the fund's documents available on the site https://www.eshcapital.com.br/. Read the prospectus and regulations carefully before making any investment decision. Investments in funds are not guaranteed by the fund administrator, portfolio manager, any insurance mechanism, or the Credit Guarantor Fund - FGC. The profitability obtained in the past is no guarantee of future profitability. The returns disclosed are not net of taxes. There is no guarantee that multimarket funds will have the tax treatment for long-term funds.

Developed by
Studio Cubo

Participe da nossa lista

de transmissão de notícias

ESH Capital - Fundos de Investimentos | Brasil

COMUNICADO

Alteração de nomenclatura
do ESH Theta FIM

ESH Capital - Fundos de Investimentos | Brasil

Caros cotistas,

Conforme comunicado enviado pela Intrag e e-mail enviado por nós da Esh Capital, o fundo Esh Theta FIM passou por um processo de masterização com finalidade de facilitar a gestão operacional dos ativos do fundo, e na prática, nada muda para quem já é cotista do fundo.

Porém, vale ressaltar que devido a Masterização, o fundo Esh Theta FIM teve sua nomenclatura alterada para Esh Theta 18 FIC FIM.

Em caso de dúvida, favor nos contatar no (11) 3181-3333 ou através do e-mail [email protected].

Atenciosamente,

Esh Capital Investimentos.

POSICIONAMENTO

AUMENTO DE CAPITAL GAFISA

ESH Capital - Fundos de Investimentos | Brasil

Prezados,

A Esh Capital não concorda com a decisão da Gafisa de aprovar o aumento de capital no valor máximo de R$ 200 milhões, tomada no dia 15 de março de 2023.

Conforme exposto na carta mensal de fevereiro, o valor de mercado atual da Gafisa é de cerca de R$ 400 milhões e, nos últimos 3 anos foram, realizados nove aumentos de capital no montante de cerca de 1,5 bilhão de reais. O último aumento, anunciado em 15 de março de 2023, aos investidores, é o segundo em dois meses, o que nos leva a continuar questionando a utilização dos recursos pela companhia.

Vale destacar novamente que um dos motivos de termos questionado o aumento de capital anteriormente foi o fato de que a parcela relevante do caixa da Gafisa está aplicada diretamente em um fundo relacionado à construtora, que por sua vez aplicava em outro fundo que teve sua razão social alterada em janeiro de 2023.

Com isso, garantimos aos nossos investidores e a todos que confiam na filosofia da nossa estratégia de geração de valor que continuaremos atuando no caso de Gafisa até que a empresa passe a entregar ou retornar todo o valor que é de direito da companhia e de seus acionistas.

Estamos à disposição para mais esclarecimentos e sugerimos que acessem a carta mensal do nosso gestor para mais informações sobre o caso citado acima.

Atenciosamente,
Esh Capital.

Contato: 
(11) 3181-3333 ou através do e-mail
[email protected].

COMUNICADO

MASTERIZAÇÃO DO ESH THETA FIM

ESH Capital - Fundos de Investimentos | Brasil

Caros cotistas,

Conforme comunicado enviado pela Intrag por e-mail a respeito da Assembleia de Masterização do Esh Theta FIM a ser realizada em 07/03/23, gostaríamos de prestar alguns esclarecimentos.

O processo de Masterização tem por objetivo facilitar a gestão operacional dos ativos do fundo. Pelos benefícios efetivos, a masterização é uma prática bastante difundida na indústria e esse processo não acarretará em mudanças para os cotistas, tanto em relação a estratégia atual do fundo, quanto em alterações nas taxas de administração e performance, ou mesmo prazo de resgate do fundo, todos esses pontos serão mantidos da mesma forma.

Na prática, nada muda para quem já é cotista do fundo.

Em caso de dúvida, favor nos contatar no (11) 3181-3333 ou através do e-mail [email protected].

Pedido de Convocação de Assembleia Geral Extraordinária da Gafisa S.A para o dia 10/02/2023

Pedido de Convocação de Assembleia Geral Extraordinária da Gafisa S.A solicitado na forma do art. 123, Parágrafo único, “c”, da Lei Federal nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976 (“Lei das S.A.”), e da Resolução CVM nº. 70, de 22 de março de 2022 (“Resolução CVM 70/22”).
Close Bitnami banner
Bitnami