Valor de 06/08/20: Smiles diz que avalia medidas cabíveis sobre assembleia de minoritários.

Reunião sobre venda antecipada de passagens para Gol foi convocada para 20 de agosto, data em que já há assembleia marcada pela Smiles a pedido de fundos

Por Rodrigo Rocha, Valor — São Paulo

A Smiles informou em comunicado na noite de quarta-feira (5) que tomou conhecimento da convocação de assembleia por minoritários para discutir, entre outros assuntos, a venda antecipada de passagens para a controladora Gol por R$ 1,6 bilhão, e que ainda avalia medidas cabíveis sobre o assunto.

A reunião foi convocada para 20 de agosto, data em que já há uma assembleia marcada pela Smiles a pedido dos fundos Samba Theta e Centauro I, da Esh Capital.

O acordo para venda antecipada de passagens da Gol à Smiles, de R$ 1,2 bilhão, foi anunciado no mês passado. A Smiles fez o adiantamento em uma única parcela. E a Gol vai oferecer à Smiles um desconto médio de 11% nos preços das passagens adquiridas no resto deste ano. Até junho de 2023, a Gol vai garantir a venda de um percentual de passagens com da de um percentual de passagens com tarifas promocionais à Smiles. O saldo do adiantamento que não for usado será remunerado a uma taxa equivalente a 115% do CDI.

Uma outra operação de R$ 425 milhões, também questionada, foi divulgada em março.

Na primeira convocação, a Smiles incluiu apenas a abertura de ação de responsabilidade contra a diretoria. Os outros tópicos, como a operação de venda antecipada, foram rejeitados pelo conselho de administração após análise do pedido em 13 de julho.

“A companhia informa que avaliará o assunto e as medidas cabíveis junto aos seus assessores jurídicos”, completou a Smiles.

ANBIMA - Gestao de Recursos Permanente
A ESH Capital não comercializa nem distribui cotas de fundos de investimentos ou qualquer outro ativo financeiro. As informações divulgadas neste relatório têm caráter meramente informativo. A ESG Capital não se responsabiliza por erros ou omissões no conteúdo das informações divulgadas. Leia atentamente o prospecto e o regulamento antes de efetuar qualquer decisão de investimento. Visando o atendimento ao exigido pela Lei no 9.613/98, quando do ingresso no fundo, cada cotista deverá nos fornecer cópias de seus documentos de identificação entre outros documentos cadastrais. Este fundo utiliza estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em significativas perdas patrimoniais para seus cotistas. Os investimentos em fundos não são garantidos pelo administrador do fundo, gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro o u, ainda, pelo Fundo Garantidor de Crédito – FGC. A rentabilidade obtida no passado não é garantia de rentabilidade futura. Não há garantia de que este fundo terá o tratamento tributário para fundos de longo prazo.
Close Bitnami banner
Bitnami